Porto Summer School on Art & Cinema: uma semana centrada em discussões sobre o Brasil

A 4ª Edição da Porto Summer School on Art & Cinema reuniu, entre os dias 4 e 8 de julho, realizadores, artistas e investigadores para discutir o tema Brazil: Cross Dynamics of Otherness. Os participantes inscritos na Summer School participaram em workshops pela manhã e pela tarde com realizadores como Ana Vaz, Kleber Mendonça Filho e a dupla João Salaviza e Renée Nader Messora. Em primeiro plano estiveram as reflexões sobre os conceitos de entrelaçamento e os movimentos pendulares que se tornaram instrumentos-chave para navegar nas complexidades trazidas pelas culturas brasileiras das últimas décadas. A Escola das Artes organizou a Summer School em parceria com a Kebraku, associação cultural sediada no Porto que fomenta a diversidade da cultura brasileira.
 
A Summer School também organizou um Programa Público, com atividades abertas à comunidade, que decorreram no período da noite em diferentes locais da cidade do Porto. Na noite de segunda-feira, dia 4 de julho, 220 pessoas marcaram presença na Escola das Artes para a inauguração da exposição É Noite na América, da artista brasileira Ana Vaz, com curadoria de Daniel Ribas. É Noite na América teve estreia mundial no prestigiado Jeu de Paume, em Paris, e é uma comissão e produção da Fondazione in Between Art Film, coproduzida pela Pivô Arte e Pesquisa e Spectre Productions. A exposição é visitável até o dia 7 de Outubro na Sala de Exposições da EA.
 
Na terça-feira, o Cinema Trindade ficou lotado para a exibição do filme Bacurau, com a presença do realizador Kleber Mendonça Filho e mediação de Guilherme Blanc. O filme Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos foi exibido na Casa do Cinema Manoel de Oliveira, também com lotação máxima, na noite de quarta-feira. Os realizadores João Salaviza e Renée Nader Messora estavam presentes em conversa mediada por Ricardo Vieira Lisboa. Na quinta-feira, foi exibido Fordlândia Malaise, de Susana de Sousa Dias, no Auditório Ilídio Pinho.
 
O encerramento da Summer School se deu na sexta-feira com a Festa Kebraku e contou com cerca de 350 pessoas. O destaque foi o concerto de Kaê Guajajara, indígena do povo Guajajara, que se apresentou pela primeira vez na Europa. Também houve concerto do coletivo Arcana e DJ set com Farofa, MissJade, Ara Flama, Kawaii XTC e Lava.


Inauguração da exposição É Noite na América, de Ana Vaz


 







Workshops com realizadores e artistas

















 


Sessões de Cinema





 


Festa Kebraku











 

 

pt
13-07-2022