Revista de Artes Decorativas

Título: Revista de Artes Decorativas
Direção: Gonçalo de Vasconcelos e Sousa
Edição: UCE/CITAR
ISSN: 1646-8759
Periodicidade: Anual
Preço de cada número: EUR 17,50
Encadernação: Capa mole

Esta obra encontra-se disponível na livraria da UCP - Foz.
Para mais informações/aquisição, por favor contacte livraria@porto.ucp.pt

Números publicados:

  • Nº 1 (2007) - 381 p. - Sumário
  • Nº 2 (2008) - 263 p. - Sumário
  • Nº 3 (2009) - 365 p. - Sumário
  • Nº 4 (2010) - 301 p. - Sumário
  • Nº 5 (2011) - 310 p. - Sumário
  • Nº 6 (2012 - 2014) - 312 p. - Acesso integral à obra aqui

Apresentação
A área científica das Artes Decorativas, abarcando os mais distintos domínios, vem encontrando em Portugal nos últimos anos alguma reflexão, no âmbito da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa. A criação de cursos de Mestrado e a existência de diversos investigadores que escolheram esta universidade para desenvolverem estudos doutorais nessas áreas impeliram-nos a criar a Revista Portuguesa de Artes Decorativas, no ano de 2007. Para tal, recorremos, na época, a um conjunto de investigadores que connosco colaboram na Universidade para formar o Conselho Redactorial, convidando prestigiados especialistas nacionais e internacionais para o seu Conselho Científico.
Nesta revista serão privilegiadas as temáticas portuguesas, apesar de em cada número poderem colaborar investigadores internacionais sobre assuntos de interesse científico em algumas das vertentes das Artes Decorativas. Este enquadramento tem por objectivo, igualmente, a divulgação destas artes portuguesas em termos internacionais, recolocando-as na sua verdadeira importância e singularidade, como vem sendo realçado. Será dado especial destaque a artigos sobre assuntos inovadores e a áreas menos trabalhadas, promovendo a abertura de novos domínios de investigação. Tal concretizar-se-á através da publicação de trabalhos meritórios de alunos de mestrado e de doutoramento, funcionando como incentivo à pesquisa.
A partir do seu n.º 6, a Revista de Artes Decorativas terá double blind peer review, assegurada pelos órgãos da publicação e promovida entre os seus revisores, seja entre os membros do seu Conselho Científico ou entre especialistas propositadamente convidados para o efeito.

Áreas temáticas
Ambientes decorativos, mobiliário, ourivesaria (prataria, joalharia, etc.), porcelana, faiança, azulejaria, encadernações, estuques, talha, relojoaria, vidro, metais não preciosos, têxteis e traje.

Estrutura da Revista:

  • Editorial, pelo Director
  • Artigos (com cerca de 25 pp.), até 12 artigos por cada número
  • Nótulas (até cerca de 15 pp.), até 5 nótulas por cada número
  • Fontes (cerca de 50 pp., com entradas autónomas)
  • Recensões críticas
  • Notícias

Direcção e Órgãos Científicos

  • Director
    • Gonçalo de Vasconcelos e Sousa
  • Secretariado
    • Maria Isabel Dias Ferreira
  • Conselho Científico
    • Alexandre Nobre Pais
    • Alexandra Curvelo
    • Antonio Joaquín Santos Márquez
    • Ana Maria Fernández Garcia
    • Annemarie Jordan Gschwend
    • António Filipe Pimentel
    • Carmen Heredia Moreno
    • Christopher Hartop
    • Isabel Drumond Braga
    • Isabel Mayer Godinho Mendonça
    • Letizia Arbeteta Mira
    • Maria Alexandra Gago da Câmara
    • Pedro Moura Carvalho
    • Pedro Dias
    • Teresa Leonor Vale

Normas de Publicação
Para que um artigo, fonte ou recensão crítica sejam publicados nesta revista, devem dar cumprimento às normas de publicação abaixo referenciadas.

1. Características dos textos

  1. Poderão ser publicados artigos/nótulas em língua portuguesa, inglesa, francesa ou espanhola.
  2. Cada artigo terá de limite 25 páginas, sendo aceites textos maiores apenas a título excepcional; este tamanho não inclui imagens;
  3. Cada nótula terá de limite 15 páginas; este tamanho não inclui imagens;
  4. Cada artigo poderá ter até 10 imagens e cada nótula até 5 imagens;
  5. Cada artigo e nótula dever-se-á acompanhar de uma sinopse em português, inglês e espanhol, de cerca de 10 linhas.
  6. Cada artigo/nótula deverá possuir um título adequado e ser de tamanho moderado, sendo a indicação académica e/ou profissional do autor remetida para nota.
  7. Em cada artigo/nótula deverá indicar cerca de 5 palavras-chave, em português inglês e espanhol.
  8. O texto será apresentado em tamanho 12, sendo as notas de rodapé em tamanho 10. O espaçamento entre linhas será de 1,5.
  9. A obtenção de ilustrações é da exclusiva responsabilidade dos autores, que deverão obter autorização para a sua reprodução nesta revista. Tal deverá ser devidamente comunicado ao director da revista.
  10. Todo o material ilustrativo que complemente o texto (ilustrações, tabelas, gráficos, etc) deverá ser enviado numa pasta, em separado do documento Microsoft Word, e com as seguintes características: tamanho máximo de 160x215mm, resolução entre 150/200px, preferencialmente em formato tiff ou jpg. A sua numeração deverá ser sequencial. 

2. Referenciação bibliográfica 
Os artigos deverão seguir preferencialmente as indicações da norma NP 405/1, com algumas adaptações pontuais. Exemplos: 

  1. Monografias
    ABREU, Alberto A. - A louça de Viana: das origens ao século XXI. Viana do Castelo: Câmara Municipal de Viana do Castelo, 2005.
  2. Contribuições em monografias
    ALARCÃO, Teresa - Paramentaria, que identidade... In SOALHEIRO; João, coord. - Inventário: que futuro? Porto: Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, 2000, pp. 29-34.
  3. Artigos de publicação em série
    GOMES, José Manuel Pereira Ribeiro - O altar: definição, concepção, ornamentação. Museu. Porto: Círculo Dr. José de Figueiredo. 4.ª s., 13 (2004), pp. 181-223.
  4. Trabalhos académicos
    SOUSA, Gonçalo Mesquita da Silveira de Vasconcelos e - A arte da prata no Porto: 1750-1810. Porto: [s. n.], 2002. Dissertação de Doutoramento apresentada à Faculdade de Letras da Universidade do Porto. 4 vols.
  5. Para referências de fontes manuscritas
    A primeira vez que surge o arquivo, a indicação vem por inteiro, seguido das siglas, sendo posteriormente apenas formado pelas siglas.
    Arquivo Distrital do Porto (A.D.P.), Secção notarial, Po-9, 4.ª s., n.º 344, f. 56-58v.
  6. Para referências de Internet
    O site deverá ficar em itálico, seguido do dia e data da consulta.
    ALVES, Pedro -- Mobiliário neoclássico. In http://www.mobiliarioportugues.pt
    (2006.12.03; 20h)

3. Apresentação das ilustrações
Tabelas, gráficos e imagens deverão ser devidamente legendados. Nas tabelas deverá constar o seu n.º, o título da tabela e a fonte; nos gráficos, os mesmos dados acrescidos de legenda; nas imagens, o n.º e a fonte de onde se extraiu (livro ou site, por ex.) ou a autoria da fotografia.

Ex.
Fig. 1 -- Cómoda rococó em pau-santo, com ferragens em bronze; último quartel do séc. XVIII; 180x160x80 cm; colecção Eng.º Almerindo Marques da Cunha, Lisboa (fot. de António Soares).

4. Regras para as recensões críticas
Para a elaboração de recensões críticas, apresentadas em texto corrido e não ultrapassando as 3 páginas, deverá ser seguida a seguinte estrutura:

  1. Referência bibliográfica alargada da obra objecto de recensão
    ABREU, Alberto A. -- A louça de Viana: das origens ao século XXI. Viana do Castelo: Câmara Municipal de Viana do Castelo, 2005. 182 pp. il.; 30,5x21,5 cm; € 30.
  2. Apresentação do autor;
  3. Resumo da obra e sua apreciação crítica;
  4. Conclusão.

5. Revisão de provas
A revisão das primeiras provas será efectuada por dois revisores anónimos, sendo as respectivas correcções enviadas para os autores. Caso o artigo seja aceite para publicação, deverão incorporar as sugestões de ambos os revisores, ficando a verificação a cargo dos órgãos da revista. Esta revisão pelos autores deverá ser efectuada dentro de um prazo de não mais de quinze dias após a recepção do artigo/nótula.

6. Responsabilidade autoral
A informação contida nos textos e imagens é da responsabilidade científica e ética dos respectivos autores.

A propriedade intelectual dos artigos é dos autores e os direitos de edição e publicação pertencem à Revista. Os artigos publicados podem ser livremente utilizados para fins educativos e científicos, sempre que seja realizada uma correcta citação dos mesmos. Qualquer uso comercial encontra-se afecto a punição pela Lei vigente.

Os nomes e endereços postais, acrescidos de qualquer outra informação adicional entregue à Revista, serão utilizados exclusivamente para os fins em vista e em nenhum caso serão cedidos a terceiros.

Informam-se os autores que no decorrer da paginação poderão ocorrer alterações formais nos artigos.

7. Direitos dos autores
Os autores de artigos, publicação de fontes e recensões críticas receberão quatro exemplares da revista. Caso pretendam adquirir mais exemplares haverá um desconto de 50% sobre o preço de capa, até ao limite de 10 exemplares.

8. Entrega do trabalho
As colaborações devem ser enviadas em CD, juntamente com uma prova em papel, para a sede da revista, indicada supra, e ao cuidado do seu director, para:

Universidade Católica Portuguesa
Escola das Artes
Rua Diogo Botelho, 1327
4169-005 Porto

Podem ser enviadas por email (o que não obsta ao envio físico acima descrito) para gsousa@porto.ucp.pt (atenção que o limite de recepção é de 8 MB, pelo que documentos mais pesados terão de ser enviados por wetransfer, yousendit (ou similares).