Artes Decorativas em Portugal e no Brasil: Séculos XVII a XX

PrintPrint
Português
Estado: 
Em curso
Grupo de investigacao: 
Estudos de Arte e Património
Tipologia: 
Investigação e Desenvolvimento
Investigador principal: 
Prof. Doutor Gonçalo de Vasconcelos e Sousa
Resumo: 

Subprojectos

Designação do subprojecto 
Artes Decorativas em Portugal e no Brasil (sécs. XVII-XX): sociabilidades, formas e ornamentações

Equipa

  • Prof. Doutor Gonçalo de Vasconcelos e Sousa
  • Prof. Doutora Maria Alexandra Gago da Câmara
  • Doutor Alexandre Nobre da Silva Pais
  • Doutora Letizia Arbeteta Mira
  • Mestre Carlos Franco
  • Mestre Maria de São José Pinto Leite
  • Dr.ª Adelina Nogueira Valente

Objectivos

  • No âmbito dos doutoramentos tutoriais em “Arte – Especialidade de Artes Decorativas”, terminar a apresentação e defesa dos que ainda estão a terminar, para poderem prosseguir com estudos pós-doutorais em áreas complementares. 
  • Abertura de um grupo de investigação relacionado com a promoção da investigação das Artes Decorativas no Brasil, área que ainda carece de muita investigação, sobretudo em determinadas áreas do conhecimento.
  • No âmbito do curso de doutoramento “Estudos do Património”, interessar alguns dos candidatos na abordagem de temas pouco trabalhados das Artes Decorativas em Portugal e no Brasil, de forma a continuar com a formação de um grupo de investigação nestas temáticas.

Actividades

  • Contactos com investigadores brasileiros, de forma a poder constituir uma rede luso-brasileira no âmbito da investigação das Artes Decorativas.
  • Recolha de elementos em arquivos portugueses referentes às Artes Decorativas em território brasileiro ou de personagens com ligação ao Brasil;
  • Participação em congressos portugueses e brasileiros com comunicações sobre materiais recolhidos no âmbito do ponto 3.1.2.
  • Continuação de estudos de doutoramento em actividade e a terminar, de forma a, em pós-doutoramentos, se poder evoluir no conhecimento de áreas paralelas até hoje pouco ou nada trabalhadas.
  • Incentivar os membros desta área a publicar em revistas internacionais os resultados dos seus estudos doutorais e outras investigações efectuadas.

Resultados

Publicações

  • Revista de Artes Decorativas, com a publicação anual, passando, a partir do n.º 6, a contar com double blind peer review;
  • Colecção “Matrizes da Investigação em Artes Decorativas”, com periodicidade anual a partir de 2014;
  • Cinco artigos anuais em revistas com peer review portuguesas e internacionais com os resultados da investigação nestes domínios, a partir de 2014;
  • Publicação de dissertações de doutoramento entretanto desenvolvidas e defendidas;

Eventos científicos

  • Organização do I Congresso Português de Artes Decorativas em 2016
  • Criar umas jornadas luso-espanholas de Artes Decorativa temáticas: 1 – Artes Têxteis; 2 – Mobiliário; 3 – Ourivesaria; 4 – Artes Cerâmicas; etc.
  • Colaboração com as Jornadas de Arte e Ciência, desenvolvidos pela área de Conservação e Restauro do CITAR, referentes às Artes Decorativas.
  • Continuação da organização dos seminários de investigação “Matrizes da Investigação em Artes Decorativas”, reunindo antigos e actuais investigadores de artes Decorativas com ligação à EA-UCP 

Apoio à leccionação e cursos de curta duração

  • Unidade curricular “Artes Decorativas”, no curso de doutoramento “Estudos do Património/Heritage Studies”, no âmbito da Escola das Artes da UCP;
  • Unidade curricular “Introdução às Artes Decorativas”, no âmbito do Programa “Mais Saber”, organizado pelo Centro regional do Porto da UCP;
  • Organização de cursos em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente no Brasil, sobre determinados aspectos das Artes Decorativas portuguesas e brasileiras.

Designação do subprojecto
Centro Interpretativo da Ourivesaria do Norte de Portugal

Equipa

  • Prof. Doutor Gonçalo de Vasconcelos e Sousa
  • Dr.ª Manuela de Alcântara Santos
  • Mestre Ana Cristina Marques Filipe
  • Mestre Rosa Maria dos Santos Mota

Consultores para a área do design:

  • Mestre Maria João Costa
  • Mestre Sara Coutinho

Objectivos

  • Investigação dos diversos centros produtores do Norte de Portugal: Porto, Gondomar, Guimarães, Braga, Póvoa de Lanhoso e Lamego;
  • Levantamento do gosto dos consumidores de ourivesaria no Norte de Portugal nos séculos XVIII a XX;
  • Colaboração com a Igreja na inventariação da ourivesaria religiosa;
  • Colaboração na elaboração de obras sobre aspectos da ourivesaria do Norte de Portugal espalhada no resto de Portugal Continental, açores, Madeira e Brasil;
  • Divulgação, através da realização de cursos, sobre aspectos da ourivesaria em geral e do Norte de Portugal em particular;
  • Apoio ao design de ourivesaria e à reflexão sobre linhas estéticas de orientação do que deve ser a renovação da joalharia e da prataria nos próximos anos.

Actividades

  • Desenvolvimento de uma dissertação de doutoramento sobre a prataria em Braga no século XVIII, que permita conhecer aprofundadamente a relevância deste centro produtor durante o século dos Arcebispos;
  • Elaboração de um dicionário sobre os ourives de Guimarães;
  • Elaboração de um levantamento sobre os novos criadores de joalharia em Portugal desde os anos 80;
  • Levantamento das famílias de ourives do ouro de Travassos;
  • Publicação de fontes iconográficas, nomeadamente desenhos de peças de joalharia e prataria.

Resultados

Eventos

  • Organização do IV Congresso “La Plata en Iberoamerica”, em Setembro de 2014, no Porto, em parceria com a Universidade de León e o Instituto do Património do México.
  • Organização das I Jornadas de Joalharia Contemporânea, em 2015.
  • Organização do congresso internacional “The age of Rococo: Domestic Silver in Europe and America”, em 2016;
  • Organização do IV Colóquio Português de Ourivesaria, em 2017.

Publicações

  • Publicação do livro “Desenhos de talheres das primeiras décadas do século XX”;
  • Publicação do dicionário dos ourives de Guimarães;
  • Publicação de dissertações de doutoramento entretanto desenvolvidas e defendidas;
  • Estudo dos ourives de Travassos

Apoio à leccionação

  • Unidades curriculares “História da Joalharia em Portugal” e “Prataria em Portugal e no Brasil”, no âmbito do Programa “Mais Saber”, organizado pelo Centro regional do Porto da UCP;
  • Unidade curricular “História das Artes Metálicas”, na Licenciatura de Arte – Conservação e Restauro;
  • Unidade curricular de Prataria, na Pós-graduação em Peritagem, Coleccionismo e Mercado de Arte.

Designação do subprojecto
Artes Decorativas nos Açores

Equipa

  • Prof. Doutor Gonçalo de Vasconcelos e Sousa
  • Prof. Doutor Rui Américo de Sousa Martins
  • Doutor Alexandre Pais
  • Dr.ª Daniela Filipa Coelho
  • Dr.ª Maria Adelina Nogueira Valente
  • Dr. Pedro Pascoal de Melo

Colaboradores não membros do CITAR:

  • Prof. Doutora Rute Gregório
  • Prof. Doutora Susana Goulart Costa
  • Dr.ª Ana Fernandes
  • Mestre Paula Monteiro

Objectivos

  • Proceder ao estudo das diversas Artes Decorativas nos Açores, de acordo com as disponibilidades financeiras. A primeira etapa decorrerá na Ilha de São Miguel, enquanto a segunda será a ilha Terceira. Caracterizar-se-á por estudos específicos, de acordo com as possibilidades dos investigadores, e as dinâmicas das parcerias locais.
  • Estudos e acervos por áreas de especialização;
  • Levantamento das fontes das artes decorativas civis e religiosas nas distintas ilhas;

Actividades

  • Recolha de investigação documental, principalmente nas ilhas de São Miguel e de Terceira, em arquivos públicos, particulares e da Igreja.
  • Recolha de peças que ilustrem as investigações, tanto em colecções públicas, da Igreja e de particulares, no domínio da ourivesaria, mobiliário, cerâmica, vidros, têxteis, entre outros.
  • Consultoria científica para colecções públicas, da Igreja e privados (fins não negociais) no domínio das Artes Decorativas.

Resultados

Publicações

  • Livro “Artes Decorativas na Ilha de São Miguel nos séculos XVII a XIX: Elementos para o seu estudo”, a editar em 2013/14.
  • Colecção “Fontes para as Artes Decorativas nos Açores”, com a periodicidade média de três fascículos anuais;
  • Estudos individuais de colecções públicas e privadas.

Eventos científicos

  • Organização das I Jornadas das Artes Decorativas nos Açores, em 2017. Cursos de curta duração e conferências
  • Promoção de diversos cursos em instituições açorianas, nomeadamente Instituto Cultural de Ponta Delgada e Museu de Angra do Heroísmo.

 

Sumario: 

Subprojectos: Artes Decorativas em Portugal e no Brasil (sécs. XVII-XX): sociabilidades, formas e ornamentações; Centro Interpretativo da Ourivesaria do Norte de Portugal; Artes Decorativas nos Açores