Interface Digital da Arte Portuguesa do Século XX

PrintPrint
Português
Estado: 
Finalizado
Grupo de investigacao: 
Estudos de Arte e Património
Tipologia: 
Investigação e Desenvolvimento
Investigador principal: 
sem informação
Resumo: 

O projecto Interface Digital da Arte Portuguesa no Século XX (IDAPS-20) tem como objectivo a constituição de um Sistema de Informação sobre as Artes em Portugal no século XX, de acesso livre, em linha. Pretende-se que o repositório de dados daí resultante forneça informação pertinente e certificada sobre artistas e suas produções, sobre espaços de arte e cronologias da Arte e sobre bibliografia e outros media, disponibilizando ferramentas de consulta e de pesquisa de forma a que no final, os investigadores, os especialistas e os estudiosos que vierem a usá-la possam formular novas leituras da Arte Portuguesa do Século XX. A sua maior ambição é contribuir para a integração de sistemas de informação artística em vigor ou em preparação nos países lusófonos

Atividades e calendario: 

Parceiros: FCT
Duração: 17 meses (em curso)

Resultados: 

Encontra-se em curso a primeira fase do projecto, ascendendo a 650 o número de artistas inventariados, facto que torna o IDAPS-20 um dos mais extensos repositórios digitais de dados do país, cujo montante de registos ascende, actualmente, a 435 artistas. A estes aspectos importa referir que além da base de dados de artistas activos em Portugal no século XX, o projecto está prestes a integrar uma base de dados sobre a cinematografia da produtora de cinema mudo Invicta Film, recentemente concluída.

Sumario: 

O projecto Interface Digital da Arte Portuguesa no Século XX (IDAPS-20) tem como objectivo a constituição de um Sistema de Informação sobre as Artes em Portugal no século XX, de acesso livre, em linha. Pretende-se que o repositório de dados daí resultante forneça informação pertinente e certificada sobre artistas e suas produções, sobre espaços de arte e cronologias da Arte e sobre bibliografia e outros media, disponibilizando ferramentas de consulta e de pesquisa de forma a que no final, os investigadores, os especialistas e os estudiosos que vierem a usá-la possam formular novas leituras da Arte Portuguesa do Século XX. A sua maior ambição é contribuir para a integração de sistemas de informação artística em vigor ou em preparação nos países lusófonos