Edições

Alexandra Trindade Gago da Câmara oferece nesta obra um amplo estudo sobre a relevância do azulejo enquanto elemento decorativo e dinamizador dos espaços interiores e exteriores das residências das elites de Lisboa, ao longo do século XVIII, tanto nos palácios como nas quintas de recreio dos arredores da cidade.

Carlos da Silva Lopes publicava semanalmente uma crónica no jornal “O Primeiro de Janeiro” estudos sobre arte, de temáticas variadas, aqui agrupados sob o mote da ourivesaria. Trata-se de pequenos estudos, com grande interesse pela reflexão em torno de aspectos relacionados com a história da ourivesaria em Portugal, tanto da prataria e da joalharia, como da ourivesaria do ouro.

Carlos da Silva Lopes publicava semanalmente uma crónica no jornal “O Primeiro de Janeiro” estudos sobre arte, de temáticas variadas, aqui agrupados sob o mote do mobiliário. Trata-se de pequenos estudos, com grande interesse pela reflexão em torno de aspectos relacionados com a história do mobiliário em Portugal.

Cá está de novo o Festival Black & White, na sua 8ª edição. Para a Escola das Artes da Universidade Católica, este Festival representa um novo modo de ser Universidade (recuperando a matriz clássica da Universidade): abertura ao mundo, sem fronteiras culturais, desenho de formas de inteligibilidade daquilo que é novo e nos surpreende, fomento da cooperação e da solidariedade entre todos os seres humanos.

O nosso Festival Audiovisual Black & White conjuga um propósito, um conceito e um conjunto de princípios basilares que também sustentam os objetivos fundamentais da Escola das Artes.

Elegemos o preto e branco, como se a vida fosse isso mesmo, a preto e branco, e não sobrasse espaço e tempo para mais nada.

Cá está de novo o Festival Black & White, na sua 9ª edição. Para a Escola das Artes da Universidade Católica, este Festival representa um novo modo de ser Universidade (recuperando a matriz clássica da Universidade): abertura ao mundo, sem fronteiras culturais, desenho de formas de inteligibilidade daquilo que é novo e nos surpreende, fomento da cooperação e da solidariedade entre todos os seres humanos.

Apesar da invasão permanente e avassaladora da imagem colorida, o mundo parece descrever-se cada vez mais a preto e branco. Um mundo de contrastes acentuados, de fragmentações e separações vincadas, em que se adensam as "comunidades de mesmidade", ora brancas ora pretas.

O festival Black & White chega à sua décima edição. Somos ainda um jovem festival internacional, com muita energia e muita esperança no futuro!

O Festival Audiovisual Black & White congrega todas as obras a concurso, no âmbito do vídeo, da fotografia e do áudio que veiculem uma intenção estética, capaz de se manifestar, apenas, através do preto e branco.

Pages