Diogo Baldaia é o vencedor do Prémio Escola das Artes no âmbito do Fundo de Apoio ao Cinema

Diogo Baldaia, com o filme Namorados a Penar Cantam Dormienti, é o vencedor do Prémio Escola das Artes no âmbito da edição de 2020 do Fundo de Apoio ao Cinema e vai ser contemplado com um apoio à pós-produção no valor de 1500€.

Namorados a Penar Cantam Dormienti é um projeto de curta-metragem que pretende desenvolver um retrato das inquietações, ansiedades e ameaças sentidas pelas gerações mais jovens. Por entre imagens de alienação, coletivas e individuais, o filme acompanha os sentimentos mais próximos da juventude e a sua dificuldade em encontrar um espaço.
 
A Escola das Artes é parceira do Fundo de Apoio ao Cinema, que nesta edição selecionou 9 projetos em pós-produção. Este fundo é um instrumento complementar de apoio à pós-produção de filmes portugueses, numa parceria entre Escola das Artes, Digital Mix Música e Imagem, Fundação GDA, The Yellow Color e Portugal Film.
 
 

 

Cursos nesta área